ATENÇÃO

Algumas atividades postadas neste Blog não são de minha autoria, tendo sido retiradas de várias fontes, tanto na Internet, quanto de livros. Caso encontrem aqui alguma atividade de sua autoria, ficarei imensamente feliz em dar os devidos créditos. Basta me enviarem comentários. Abraços!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

PROJETO: ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

 Apresentação

Desde pequena, ouvia meus pais dizendo que tinha de comer muitas frutas, verduras e legumes, para crescer forte e saudável. Bem, elas não eram o que eu preferia mas, por obediência, comia.
Alguns anos se passaram e hoje reproduzo a fala de meus pais com meus alunos. No início, era apenas um conhecimento empírico, porém, sentindo a necessidade de estimular meus alunos de uma forma lúdica e atraente, fui buscando informações a respeito do assunto e agora, compreendo com mais clareza que a alimentação saudável de uma criança pode garantir um bom desenvolvimento físico e cognitivo.
Assim, movida pela vontade de fazer o melhor e pela curiosidade dos alunos, este projeto foi elaborado.

Justificativa
O interesse de trabalhar com este tema partiu num primeiro momento  da observação das crianças no Self-service. Diariamente as criançasrecusam comer os legumes, verduras e até mesmo as frutas, tãonecessários ao seu crescimento e desenvolvimento. Alimentos sãopreparados com todo capricho e amor e desperdiçados no lixo.
Uma outra preocupação foi verificar que algumas crianças apresentamobesidade e outros um índice de crianças abaixo do peso.
Tal quadro nos mobiliza a realizar um trabalho prévio em sala deaula, bem como introduzir este assunto em nosso currículo e trabalharinterdisciplinariamente o tema alimentação de forma interessante elúdica
Estaremos também informando os pais de nossa proposta e pedindo acolaboração, incentivo e apoio dos mesmos para que juntos possamoscriar hábitos mais saudáveis de alimentação.
Tempo de Duração

40 dias.
Objetivos

Promover o consumo de frutas, legumes e verduras;
Contribuir para a promoção da saúde e para a prevenção da obesidade ede outras doenças;
Prover atividades que valorizem e aproximem os alunos dos alimentosmenos aceitos.
Investigar o valor nutritivo dos alimentos e despertar o gosto por eles;
Conhecer, nomear e identificar os diferentes tipos de alimentos;
Entrar em contato com textos de gêneros diferentes (lista de frutas/receitas);
Observar as cores e perceber os sabores e textura dos alimentos;
Conscientizar-se, através da informação do cardápio diário, da importância da boa alimentação sem desperdícios;
Conhecer a necessidade da higienização dos alimentos e das mãos.

Conteúdos

Identificação e nomeação dos alimentos ( leite e derivados, frutas,verduras e legumes, guloseimas);
Informação dos valores nutritivos dos alimentos.
Etapas Previstas

Construir charadas sobre as frutas, legumes e verduras que misturem informações sobre a cor, o tamanho e o modo usual de consumo.
Colocar numa caixa, algumas frutas, legumes, verduras e temperos. Vendar os olhos do participante da vez. Solicitar então que escolhaalgo da caixa e através do olfato e do tato, descobrir o que tem nasmãos. Os benefícios dos alimentos podem ser discutidos com ascrianças.
Apresentar o alimento “in natura” em sala de aula para sua observação e exploração;
Mostrar obras de pintores (ex.: Salvador Dali, Tarsila do Amaral,Cézanne), conversando com as crianças sobre os estilos, as cores, asformas. Apresentar o pintor Archiboldo Giuseppe que utilizou frutas, legumes, verduras e flores na construção de suas obras. Disponibilizar frutas, legumes e verduras para que as crianças as manipulem livremente. Distribuir argila para as crianças modelarem os alimentosapresentados.
Fazer um levantamento dos conhecimentos prévios que a criança possuisobre o alimento (ex.: Banana – o que sabemos/ o que queremos saber/oque aprendemos);
Realizar uma oficina culinária para a elaboração de uma salada defrutas. Colocar sobre uma tábua as frutas, previamente higienizadas, para que as crianças cortem em pedaços pequenos utilizando utensílios plásticos. Arrumar as frutas picadas numa tigela e espremer o suco delaranja ou de outra fruta e servir.
Atividade semelhante pode ser feita com salada crua de legumes e verduras.
Pesquisa feita pelos alunos de gravura/fotos dos alimentos econstrução de um painel;
Apresentação da pirâmide dos alimentos;
Construir um jogo da memória a partir de imagens de alimentos emrevistas e encartes de supermercado. Dar preferência às frutas,legumes e verduras.
Construir com as crianças o cardápio diário dos alimentos;
Informar sobre cada alimento (nutrientes, derivados...);
• Informar a merenda do dia previamente aos horários das refeições;
Apresentar várias músicas relacionadas ao tema (“Sopa”, SandraPeres, coleção Palavra Cantada; “Pomar”, Paulo Tatit; “De abóbora fazmelão”.)
Leitura de histórias variadas sobre o tema (coleção “Hortolânia”,“Frutolândia”, “Sopa de legumes”, “Estou em forma?”, O grandeRabanete, etc.), “A cesta de Dona Maricota”, “Os Biscoitos de D.Lalá”.
Escrita coletiva de receitas;
Construção de lista de frutas, legumes, verduras...
Confecção de fantoches de dedo/ palito dos alimentos;
Identificar atividades de construção de raciocínio matemático que possam trabalhar com as frutas, verduras e legumes.
Realizar uma brincadeira com os alunos “brincando de feira”, discutindo como é vendido (quantidades), quais os preços (pesquisarantecipadamente), etc;
Cruzadinhas, jogo: roleta de frutas e legumes;
Confecção de quebra-cabeça/ jogo da memória/ jogo de encaixe (porexemplo: desenho da fruta e a letra inicial) dos alimentos;
Construção de bonecos com os alimentos.Produto finalCada sala deverá combinar previamente com as crianças o seu produtofinal.


Produto final (sugestão)

Finalizaremos o projeto com a elaboração de um livro contendo todo o trabalho realizado pelos alunos. Com um momento de degustação das receitas trabalhadas e apresentação dos trabalhos desenvolvidos.

Avaliação

A avaliação ocorrerá de forma coletiva, com a participação do grupo. Neste momento os alunos se posicionarão sobre os pontos positivos e negativos do projeto, traduzida em relatos expostos na sala em espaço especialmente organizado e também através de relatório organizado pela professora.

Bibliografia

MARTINS, Rosicler. Vida e Alimento. São Paulo: Moderna, 1993.
Revista Cozinha Prática. Publicação editada pela parceria Instituto do Coração e Edições Cozinha Saudável.
BELINK, Tatiana. A cesta da dona Maricota. São Paulo: Paulinas, 2005.
Sugestões:
álbum de figurinhas;
livro de receitas;
Apresentação de um teatro ou dramatização;
Trabalhos manuais;
Apresentação de uma música.

video



Fonte: professoressolidarios 

Nenhum comentário: